SAC LOJAS: (12) 3925-2627 | SAC E-COMMERCE: (12) 3932-1455

Sapatos oxford: aprenda a combinar esse clássico

Os sapatos oxford são os clássicos do armário masculino e extremamente versáteis. É possível usá-los em diversas ocasiões e com diferentes propostas de estilo, unindo elegância e sofisticação.

Ora considerado um sapato social, ora um sapato casual, o mais interessante é que você pode encontrar diversos modelos de oxford para adequar ao seu visual, mas sempre com o aspecto clássico do calçado.

Acompanhe o nosso post para conhecer mais sobre esse modelo e como combiná-lo corretamente com o seu look.

Como surgiu o oxford?

O sapato oxford surgiu no século 17, por volta de 1640. Inicialmente, ele foi chamado de “Balmoras”, uma referência ao sapato mais usado pelo Rei Eduardo VII, do Castelo Balmoral, na Escócia.

Apesar de ter origem irlandesa e escocesa, ele ficou conhecido mesmo por causa dos alunos da Universidade de Oxford, na Inglaterra. Eles usavam o calçado no dia a dia, mantendo o aspecto formal do visual, sem se submeter ao uso das compridas botas que eram usadas na época.

Uma curiosidade sobre o calçado é que ele possui nomes diferentes em outros países. Na França, é chamado de “Richelieu” e, nos Estados Unidos, de “Bal Type”. Com o passar do tempo e a evolução da moda, ele foi ganhando outros elementos, formatos e cores, além de ser adaptado para o armário feminino em um modelo mais delicado.

Porém, o oxford nunca deixou de ser tendência e é um dos calçados que os homens devem ter sempre em seus armários, como uma opção que traz certa formalidade ao visual e muito estilo.

Quais são as diferenças entre os sapatos oxford e outros calçados clássicos?

O oxford é tradicionalmente conhecido como um sapato fechado, que possui o bico mais arredondado e comprido. Ele é feito de couro liso e possui solado de madeira. Antes, era usado apenas em um tom, geralmente o preto, mas hoje é encontrado em diversas cores e texturas.

Além do couro de cores variadas, é possível ter um oxford feito de camurça, jeans, veludo, lona e com detalhes diferenciados, como costuras e mix de duas ou mais cores.

Cada um desses aspectos define a formalidade ou a casualidade do oxford, sendo o modelo indicado tanto para looks clássicos como para produções casuais. Apesar de o sapato ter características bem marcantes, alguns homens ainda têm dúvidas sobre como identificar um modelo oxford na hora da compra.

A grande diferença entre ele e outros sapatos clássicos — como o “brogue” e o “derby” — é a amarração fechada do cadarço. O oxford não possui abas costuradas para o cadarço, pois este é inserido em furinhos no próprio cabedal do calçado.

Além disso, os modelos “brogue” possuem furinhos no corpo do sapato, os quais eram, antigamente, detalhes funcionais para os trabalhadores que precisavam que seus calçados secassem rapidamente. Hoje, porém, são considerados um estilo.

Outra diferença está na gáspea e na parte de trás do sapato oxford, que são mais altas que as laterais e deixam o calcanhar à mostra. Podemos destacar também dois tipos do calçado de acordo com suas ponteiras:

  • oxford cap toe, que possui uma ponteira costurada;
  • oxford whole cut, considerado uma peça inteira, já que não possui costuras.

Como combinar os sapatos oxford com o look?

1. Oxford com terno e smoking

Não há forma mais clássica de usar o oxford do que com ternos e smokings, mantendo a formalidade de sua produção. Nesse caso, os mais indicados são os oxfords pretos e marrons, que você pode variar na combinação de cores com o seu terno, sua camisa ou gravata.

Em situações extremamente formais, utilize o clássico preto. No entanto, se você tem a liberdade de variar nas cores, mesmo sendo mais sóbrias, opte por um terno cinza com o oxford marrom. Esse tipo de look é indicado para festas, casamentos, formaturas e para o trabalho.

2. Oxford com peças de alfaiataria

As peças de alfaiataria também são conhecidas como sociais e, por isso, podem funcionar em eventos formais e no trabalho, desde que a ocasião permita uma variação de cores e combinações de forma estilosa. Nesse caso, você pode escolher diferentes cores de calças de alfaiataria, como bege, cinza, azul ou preta.

Já a camisa de botões — de manga longa ou curta — deve ser escolhida em um tom mais neutro, como branco, azul-claro e cinza. Ela pode ser usada para fora ou para dentro da calça. Nesse último caso, é interessante colocar um cinto e, para completar, um sapato oxford preto ou marrom, que dá um aspecto mais estiloso ao visual.

Caso o ambiente exija blazer ou gravata, você pode incluí-los em sua produção, sempre observando a combinação das cores.

3. Oxford com calça jeans

Essa é uma combinação que também funciona em ocasiões formais e casuais, como eventos, festas que não exijam terno, trabalho e até mesmo passeio. A escolha da cor do oxford dependerá das outras peças de seu look — como calça jeans escura ou clara — e do tom de seu cardigã ou de sua camisa — social ou t-shirts.

A sobreposição de camisas também é interessante para looks de inverno. Você pode usar a camisa social por baixo, sendo ela de apenas uma cor, listrada ou xadrez, acompanhada de um cardigã de cor neutra por cima. Assim, é possível variar no tom do seu modelo de sapato, como bege ou cinza, em vez do preto ou marrom.

É importante lembrar que a calça jeans deve ser mais justa na parte de baixo, como o modelo skinny, ou até mesmo ter as barras dobradas para não cobrir o sapato.

4. Oxford com camisa jeans

As camisas jeans também são clássicos do armário masculino e são mais indicadas para ambientes casuais ou despojados. Caso você queira manter o visual mais arrumado, opte por calça jeans preta, camisa jeans fechada e sapato oxford preto. No inverno, essa combinação pode ser acompanhada de um cardigã.

Se você deseja construir um look mais despojado, opte por calças de cores diferentes — como vermelho, verde ou azul — e use a camisa jeans com os primeiros botões abertos e o oxford na cor marrom.

5. Oxford com t-shirts estampadas

As t-shirts estampadas são ótimas opções para manter o estilo e o conforto no dia a dia, e o oxford pode ser usado para equilibrar o seu visual, não deixando a produção tão descolada nem tão formal. Você pode usar t-shirts com estampas de diferentes cores e desenhos ou as de bandas que hoje são grandes tendências.

Use a calça jeans com o sapato oxford de uma cor que esteja em harmonia com o restante do visual. Um truque de styling interessante é usar uma camisa jeans amarrada à cintura.

6. Oxford com bermuda

Mesmo que as bermudas sejam consideradas menos formais e indicadas para o verão, para usá-las com sapatos oxford, é preciso escolher peças de tecidos mais sofisticados, como os de alfaiataria.

Você pode montar produções mais discretas — optando por bermudas nas cores preta, cinza, bege ou azul — ou looks mais despojados, com bermudas coloridas em tons pastéis ou mais fortes.

As camisas podem ser social, t-shirts ou jeans, sendo usadas para dentro ou para fora da bermuda, com ou sem cinto, e, dependendo de seu estilo, vale ainda inserir um blazer cinza ou bege. Complete o look com o oxford marrom, bege, caramelo ou preto.

Viu como o oxford é um sapato versátil? É possível usá-lo em diversas ocasiões para compor visuais estilosos, elegantes e despojados. Por isso, é importante que você tenha peças clássicas em seu armário, como o oxford, e saiba usá-las e aproveitá-las de forma correta no dia a dia.

Neste post, você conheceu mais sobre os sapatos oxford e como combiná-los em seu look. Acesse o nosso blog e veja também quando é necessário combinar o cinto com o sapato social, uma das propostas de visual que apresentamos.

Post Relacionado

Deixe seu comentário