SAC LOJAS: (12) 3925-2627 | SAC E-COMMERCE: (12) 3932-1455

Não ignore o cuidado com os pés! Confira 6 dicas para tratá-los bem

cuidado com os pés

É quase um consenso que depois de um longo dia em movimento ou realizando atividades físicas, nós nos atentamos à necessidade do cuidado com os pés, não é verdade? Porém, essas não deveriam ser as únicas situações que lhe mostram a importância de tratá-los bem.

Afinal, negligenciá-los não traz impactos negativos apenas no seu bem-estar e no conforto ao calçar um sapato, mas também na sua aparência e saúde, já que uma série de doenças e alterações físicas podem surgir por conta disso.

Foi pensando nisso que preparamos este post especial com dicas infalíveis para manter os seus pés sempre bonitos e saudáveis. Confira!

1. Higienize corretamente os pés

Não poderíamos começar nossa lista de dicas de cuidado com os pés sem mencionar a higienização correta deles, pois fazer dela um hábito diário é essencial para a saúde dessa parte tão importante do corpo.

Portanto, antes de calçar um tênis ou sapato, por exemplo, lave seus pés com água, sabonete e uma esponja de uso exclusivo. Feito isso, seque-os adequadamente com uma toalha para evitar que sigam molhados e a umidade propicie o surgimento de fungos.

Repita sempre esse processo ao retirar o calçado ou substituí-lo por outro para remover as células mortas, a oleosidade da pele e também o suor que contribui para o desenvolvimento de odores desagradáveis — já que essa área tem muitas glândulas sudoríparas e algumas pessoas sofrem com hiperidrose, que é a sudorese intensificada em algumas regiões do corpo, como os pés.

2. Evite repetir meias ao trocar de calçado

Com a rotina agitada e cada vez mais atarefada é natural que você tenha não apenas um, mas vários compromissos e atividades ao longo do dia. Contudo, ao trocar de calçado, como tênis, botas ou sapatos, para diversificar o visual e economizar tempo, não hesite em também substituir as meias e realizar o procedimento que explicamos no item anterior.

Isso porque reutilizar o mesmo par por longas horas ou durante vários dias contribui para o aumento da umidade e do acúmulo de suor que dão margem às bactérias e aos fungos para proliferarem e estimularem o aparecimento de micoses, descamações na sola do pé e, claro, o temido chulé.

3. Use sempre sapatos confortáveis

Além das meias, outro cuidado com os pés que é essencial é sempre usar calçados que sejam confortáveis. Isto é, que sejam exatamente da sua numeração, bem arejados para a correta transpiração deles e que não pressionem regiões como os dedos ou o calcanhar, pois isso pode ocasionar calos, joanetes e até mesmo feridas.

Mas o conforto do calçado não se resume apenas a esses aspectos, já que é importante usar um modelo adequado tanto ao ambiente quanto ao tipo de atividade que você pretende realizar.

Por exemplo, embora sejam ideais para um look de trabalho ou para o fim de semana com a família, um mocassim e uma alpargata não são indicados para realizar exercícios físicos. Dessa forma, você não limita seus movimentos e evita machucados ou, até mesmo, acidentes, como torções ou luxações.

4. Passe protetor solar nos pés

Outro cuidado simples, mas que muitas pessoas não dão a devida importância é o uso de protetor solar nos pés, principalmente no verão. E não se engane: não se trata apenas de usá-lo nas ocasiões em que você for à praia ou curtir uma piscina com o filho no fim de semana, pelo contrário.

Isso porque ao sair de casa com chinelos, sandálias, rasteirinhas e outros modelos de calçados abertos para passear com a família ou os amigos a pessoa continua sujeita à radiação solar, em especial nessa parte do corpo que não costuma receber a devida proteção como o rosto ou as mãos, por exemplo.

Por conta desse descuido, eles podem adquirir marcas, manchas, ressecar e até desenvolver rachaduras. Por isso, lembre-se sempre de passar o protetor 30 minutos antes de se expor ao sol e reaplicá-lo sempre que necessário.

5. Adote o escalda-pés na sua rotina

Por usarmos os pés constantemente, seja andando, pulando ou correndo, nem sempre damos o devido valor ao papel deles no nosso dia a dia e esquecemos da pressão exercida na região, principalmente sobre a circulação sanguínea, os músculos e as articulações.

Não é à toa que muitas vezes você pode ter inchaços, câimbras, dores e má circulação local, o que pode afetar suas atividades e diminuir a sua qualidade de vida. Porém, há uma forma simples e bastante prazerosa para aliviar esses problemas e, inclusive, relaxar e diminuir os níveis de ansiedade: adotar na sua rotina o escalda-pés, um ritual feito com água morna, sais e óleos essenciais.

Ao realizá-lo, você pode incluir a automassagem dos pés com um creme hidratante durante o processo, pois essa prática é extremamente benéfica no alívio dos sintomas mencionados e na diminuição do impacto do seu peso, sem mencionar, é claro, na hidratação de toda área.

6. Realize esfoliações como cuidado com os pés

Por fim, adote o hábito de esfoliar os pés, pelo menos, uma vez a cada quinze dias com uma pedra-pomes. Esse processo pode ser feito, inclusive, antes de massageá-los e hidratá-los no escalda-pés como explicamos há pouco.

Dessa forma, você remove as células mortas que não saem com a simples higienização diária e gera mais maciez à pele, principalmente na sola e calcanhar dos pés, já que o efeito abrasivo da pedra retira as calosidades presentes e aumenta o efeito do hidratante na epiderme.

Além dessa revitalização da cútis, a esfoliação atua na prevenção de alterações físicas na região, como descamação, bolhas e rachaduras, por diminuir o ressecamento na área e eliminar germes que promovem infecções.

Seguindo nossas dicas de cuidado com os pés você os deixará não apenas com um aspecto estético mais agradável, mas também evitará uma série de problemas que afetam a saúde deles e o seu bem-estar físico ao longo da sua rotina. Por isso, coloque já as nossas sugestões em prática!

E se você tem algum outro cuidado para acrescentar à nossa lista não se esqueça de deixar seu comentário no post!

Post Relacionado

Deixe seu comentário