SAC LOJAS: (12) 3925-2627 | SAC E-COMMERCE: (12) 3932-1455

Liquidações online: 7 dicas para aproveitá-las de maneira segura

liquidação online

Liquidações online costumam ser sinônimo de economia e ofertas imperdíveis para adquirir aquela peça da moda que você tanto desejava, não é mesmo?

Contudo, para muitas pessoas, elas se tornam uma verdadeira dor de cabeça. Isso acontece devido à falta de informação e ao descuido ao fazer compras em sites de origem duvidosa, que as deixam sujeitas não apenas a problemas com o item adquirido, mas principalmente a fraudes e transações mais caras do que o esperado.

Por essa razão, listamos 7 dicas para lhe ajudar a detectar quando a loja virtual é confiável (e a compra é segura e inteligente), para você aproveitar as promoções sem medo. Acompanhe!

1. Pesquise pela reputação e pelo histórico do site

Viu aquelas liquidações online e decidiu que vai aproveitá-las? Então, a primeira dica para você aplicar é conferir a reputação do site responsável por elas junto a outros clientes.

Afinal, assim como acontece em compras presenciais, é de suma importância conhecer mais a respeito da marca por trás do estabelecimento — neste caso, e-commerce — e garantir que ela seja, de fato, confiável.

Para isso, você pode pesquisar pelo histórico de atuação da empresa online, verificando se ela possui lojas físicas e quais são os canais de atendimento ao consumidor.

Além disso, pode buscar também por referências de outros compradores em redes sociais, blogs e fóruns que mostram não apenas aqueles que estão satisfeitos com as aquisições, mas também os que tiveram problemas.

2. Confira se a loja disponibiliza todas as informações úteis

Uma vez checado o item anterior, é hora de outro ponto importante: as informações disponibilizadas no site sobre a marca e os produtos.

Isso porque uma loja online que não tem nenhum dado sobre itens em liquidação, não indo muito além de preço e identificação, é, no mínimo, arriscado.

Lembre-se de que questões como cores e tamanhos disponíveis, prazo de entrega, formas de parcelamento e selo de compra segura, entre outras, são indispensáveis para que você adquira a peça pela qual se interessou.

A situação se torna ainda mais arriscada quando não há nenhuma informação sobre a empresa, como inscrição estadual, CNPJ, endereço, CEP ou mesmo telefone e link para as redes sociais, que facilitariam seu contato com ela.

3. Cheque a política de troca e devolução

Ao comprar calçados e itens de vestuário (ou de outros segmentos online), é possível que algum deles não caiba em você ou venha com defeito. Em casos assim, é seu direito realizar a troca ou a devolução do produto em questão.

Contudo, é necessário se informar sobre as políticas da loja virtual para esses dois procedimentos, já que cada uma possui características próprias.

Além disso, é preciso checar com antecedência a respeito das peças que estão em liquidação, pois, muitas vezes, o que está à venda são os itens finais. Portanto, pode não haver mais modelos, tamanhos e cores diferentes em estoque — ou mesmo em produção.

Logo, você não pode não conseguir trocar sua aquisição por outro produto, já que a lei não obriga trocas em situações de liquidação, justamente por essas especificidades.

4. Informe-se sobre a garantia de fabricação do produto

Além das políticas de troca e devolução citadas há pouco, você também deve pesquisar e se informar sobre a garantia de fabricação do item desejado. Afinal, todo e qualquer produto durável — seja ele eletrodoméstico, móvel ou roupa, por exemplo — deve ter um prazo legal igual a 90 dias.

Caso o site que você esteja visitando comercialize peças sem essa garantia, não compre dele! Lembre-se sempre de que essa prática é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor.

5. Observe o valor da compra no cartão de crédito

Ao analisar e conferir informações sobre as liquidações online que lhe interessam, certifique-se de um detalhe: o valor da compra com cartão de crédito. Ele não deve ser diferente da quantia definida para pagamento em dinheiro ou boleto.

Outro ponto importante é que, além de permitir o parcelamento das compras, os cartões de crédito oferecem muito mais segurança do que os de débito para transações online, já que não estão ligados a fundos na sua conta corrente e sempre contam com um limite máximo.

6. Atente às liquidações online “boas” demais

Liquidações online costumam ofertar, além de uma boa gama de produtos, como roupas e sapatos, preços mais variados e que agradam a todos os bolsos. Contudo, é muito importante que você não ceda ao impulso e faça compras apressadamente.

Analisar cada oferta com calma é indispensável para não se deixar levar por aquelas que aparentam ser boas demais — mas, na verdade, não passam de ciladas.

Isso porque muitos sites limitam as formas de pagamento, privilegiam as parcerias que têm com determinado cartão de crédito, não disponibilizam frete e dão limite mínimo ou máximo de peças.

Além disso, alguns só oferecem descontos a partir de determinado valor — em inúmeros casos, acima do que o seu orçamento permite naquele momento — e contam com outras regras específicas para a promoção que podem encarecer (e muito!) o preço final de cada item.

7. Cuidado com compras ao acessar algum WiFi público

Por fim, mas não menos importante, temos uma dica essencial para quando você encontrar aquelas liquidações online e decidir comprar o que deseja na mesma hora: não use redes abertas de sinal WiFi.

Isso porque, por mais que sejam ótimas para “quebrar o galho” quando você precisa acessar a internet em locais públicos, como cafés, restaurantes e universidades, elas nem sempre são estáveis — e o principal: seguras.

Afinal, muitas pessoas as utilizam diariamente e há inúmeras vulnerabilidades que podem colocar em risco as informações de sua transação, assim como seus dados e número do cartão de crédito. Por isso, prefira sempre redes privadas, como a da sua casa, ou então o 3G/4G do seu smartphone.

Agora que você já sabe quais medidas tomar em relação às liquidações online, será muito mais fácil garantir compras seguras e sem surpresas desagradáveis. Portanto, anote todas as nossas dicas e coloque-as sempre em prática!

Gostou de nossas sugestões? Aproveite e compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais!

Post Relacionado

Deixe seu comentário